sexta-feira, 10 de julho de 2009

Oração, digo, bate-papo!

Voltando para casa depois do trabalho, por volta das 5:30 da tarde, sua cabeça estava cheia. Não de problemas, ao contrário. Lendo "A Cabana" ele começou a refletir melhor sobre como tem sido seu relacionamento com Deus.

Ele refletiu que, se Deus nos fez para termos um relacionamento de amor com ele, se Adão antes de pecar soube bem o que era isso, e se Jesus veio restaurar ao homem sua ligação com Deus, então porque motivo precisamos viver sem saber o que é isso? Por que viver sem saber como seria ter Deus ali do lado o tempo todo? Por que não viver como Adão que recebia a visita de Deus pelo fim da tarde para conversarem?

Aí a mente dele se deu conta de algo mais. Conhecendo a Bíblia e sendo servo de Jesus, ele sabia que Deus já estava ali com ele, bem perto, vivendo no interior dele pra ser mais exato! Então não fazia sentido viver como se Deus estivesse longe. Não era preciso hora marcada para falar com ele. Não precisava formalidade nenhuma. Aliás, essas formalidades que nós humanos nos impomos é que estragam tudo quando o assunto é viver com Deus! Pensando nisso tudo, ele ficava cada vez mais ansioso. Quase que contava os passos que faltavam para chegar em casa, onde sabia que estaria a vontade para falar com seu amigo. Não que Deus já não estivesse ali com ele naquela hora, mas intimidade exige um pouco de isolação. Quando temos uma conversa legal com um amigo é comum nos separarmos da multidão.

Só que algo estava acontecendo ali. Ele foi percebendo aos poucos, e conforme isso acontecia um sorriso começava a aparecer.

- O Senhor já está falando comigo, não é? Não quis esperar eu chegar em casa para começarmos. Tudo bem, então.

Ele foi chegando em casa e trocando algumas palavras com Deus. Sentia a alegria de ter essa conversa, um diálogo, com seu Pai. Passando pela porta de casa, enfim ele pôde contar pro seu Pai tudo que estava passando, seus desejos, esperanças, medos, dúvidas... bater um papo sentado no sofá e comendo biscoito, falando e ouvindo.

Você quer saber como que se ouve Deus? Bom, é difícil explicar... é o mesmo que Morpheus diz a Neo: "Infelizmente, Matrix não pode ser explicada, você mesmo precisa ver para entender". Mas o pouco que dá pra explicar é que a voz de Deus é bem clara e que se ouve melhor com a mente, com o coração - com o espírito pra ser exato!

Ele já havia conversado com Deus assim antes, mas parecia ter se esquecido. Aliás o problema era esse mesmo. Ele não lembrava que podia conversar com Deus a qualquer hora - quase ninguém lembra - e por isso mesmo o fazia tão pouco. Afinal, ele pensou, se conversamos com as pessoas que moram em nossa casa e com quem convivemos, se não conversamos com Deus isso não é uma boa coisa. Ou estamos ignorando a presença de Deus conosco, ou pior: ele não está conosco.

Ele sabia que Deus estava com ele, assim como deseja estar com qualquer um que o receba de braços abertos. Ele não iria mais se esquecer disso. Foi muito bom conversar com aquele amigo.

Ah, sim... isso não é um conto, é um fato real.

2 Comments:

João Ferreira said...

Olá, amigo.

Passei por aqui para te agradecer pelo comentário deixado em meu texto que meu amigo Ruy do "Bereianos" publicou - "Miseráveis à porta da misericórdia Deus". E dei de cara com este artigo que reflete bem o conteúdo do livro A Cabana, aliás, reflete bem nossa história de relacionamento com Deus.
Também acredito que Deus não esteja preso a lugares de adoração, aliás, acredito que o encontramos na interioridade do nosso ser.
Se quiser ler mais sobre o assunto procure na minha página www.sermoesexpositivos.blogspot.com por um sermão com o título "O Cristianismo trabalha essêncialmente com vida". Nele trabalho um pouco essa questão.

Do seu servo,

João

Diego_Oliveira said...

Isso que você relatou é algo realmente verdadeiro, há momentos em que precisamos da voz de Deus em nossa vida para guiar nossas atitudes e ela está tão perto, mas muitas vezes somos tão ignorantes e não percebemos o que Deus quer falar. Ele está em tantos lugares e por trás de muitas situações esperando de nós atitudes que o glorifique... Temos que buscar cada vez mais esse relacionamento com Deus...


by Diego Oliveira